Forum 3ª Divisão Série E

Forum da 3ª Divisão Nacional Série E de Futebol
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Sintrense 2 - 1 O Elvas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Bruno

avatar

Mensagens : 92
Data de inscrição : 08/01/2008
Idade : 25
Localização : Sintra

MensagemAssunto: Sintrense 2 - 1 O Elvas   Qua Jan 09, 2008 1:42 pm

SINTRENSE 2 O ELVAS 1

ESTÁDIO DO SPORT UNIÃO SINTRENSE




ÀRBITRO: Dário Martins

ASSISTENTES: Wis Almeida e Marco Caseiro

Conselho de Arbitragem da AF Setúbal.




SINTRENSE: Renato, Emanuel, Nuno Alves ( Éder 68m), Paulo Vieira (cap), Bandeira, Walnei, Nuno Duarte ( Miguel Abreu 78m ), Jorge Almeida, Angel, Jorge Bento (Alex 90m), e Pedro Alves.




Suplentes não utilizados: Paulo, Josué, Miguel Ângelo e André Simões (ex-júnior)




Disciplina: Cartões amarelos: Bandeira e Renato (90m)




Técnico: Paulo Morgado




GOLOS: Paulo Vieira ( 44m e 80m)




ELVAS: Aguinaldo, Xico Vieira (José Soares aos 66m), Rui Santos, Gustavo, Chinita, Nuno Carranca, Edmilson, Carapinha, Mauro, Toni Vidigal (cap), Glaedson (Lourinho aos 79m).




Suplentes não utilizados: Cristo, Tiago, Tiago Vidigal.




Disciplina: Cartões amarelos: Toni Vidigal ( 61m)




Técnico: Paulinho




GOLOS: Toni Vidigal aos 87m














O ano de 2007 não poderia ter terminado da melhor maneira para o Sintrense. Depois da prenda natalícia do dia 23 de Dezembro dada aos associados, adeptos e simpatizantes ( vitória de 2-1 sobre o Santana), agora nova prenda de final de ano, com a vitória categórica sobre o líder do campeonato, Elvas, por 2-1.



E dizemos vitória categórica, não pelos números, mas pela exibição do Sintrense. Se olharmos para a vitória tangencial, poderá quem não assistiu ao jogo, pensar que o Sintrense venceu com dificuldades.

Diremos que o 2-1 é um resultado enganador, já que na primeira parte, o Sintrense poderia ter sentenciado a partida, tal a superioridade demonstrada e as oportunidades desperdiçadas, para não falar já de um golo mal anulado a Pedro Alves por pretenso fora de jogo.

A primeira parte do Sintrense, e sem exageros alguns, merecia pelos menos mais dois ou três golos, para além do golo de Paulo Vieira ( com a ajuda de um defensor contrário) já à beira do intervalo. Nessa primeira parte, nem por uma vez o Elvas conseguiu entrar no último terço do terreno defendido pelo Sintrense.




Empurrada para o seu meio campo, a equipa do Elvas viu o Sintrense jogar a toda a largura do terreno, com a equipa a estender-se pelo campo, com velocidade, passes bem medidos ( grande exibição de Paulo Vieira, das melhores que lhe vimos fazer no Sintrense!), grande solidariedade entre todo o grupo, a desbaratar por completo a equipa alentejana, que bem pode agradecer ao divino ver durante tanto tempo a sua baliza inviolável.




À semelhança do encontro com o Santana, o Sintrense foi uma equipa mandona em campo. A jovialidade da equipa misturada com a experiência dos mais velhos, é o ponto de partida para que os adversários fiquem à beira do KO, tal a irreverência demonstrada em campo. Nesta partida, por diversas vezes a equipa alentejana esteve à beira desse KO, estivesse a finalização do Sintrense em dia sim.




Foi uma primeira parte brilhante para a equipa do Sintrense, onde o Elvas apenas se limitou a defender como podia as investidas contrárias.




Na segunda parte, continuou o Sintrense a mandar na partida. Como a equipa estava a jogar, esperava-se o segundo golo e alguma tranquilidade quanto à conquista dos três pontos.




A equipa dominava, jogava bem, mas lá na frente, ou por falta de pontaria, ou por muita sorte da equipa do Elvas, a bola teimava em não entrar na baliza de Aguinaldo.




Embora o ritmo de jogo não fosse o mesmo, o Sintrense continuava a jogar no terreno do adversário, a pressionar constantemente o último reduto alentejano, com excelentes triangulações e mudanças constantes de flanco, obrigando o adversário a desgastar-se .




O 1-0 era um resultado perigoso, mas quem assistia ao jogo, estava tranquilo, já que a equipa do Elvas nunca se aventurava no ataque, por mérito do meio campo e da defensiva do Sintrense, sempre muito bem na procura constante pela posse de bola. E foi aqui que também residiu um pouco o segredo da equipa liderada por Paulo Morgado. Os índices fisicos da equipa estão bem melhores, os lesionados vão voltando a dando o contributo à equipa. Mais opções, melhor gerência do plantel e melhor poder de resposta para Paulo Morgado.




Apenas aos 80 minutos, o Sintrense volta a marcar, por Paulo Vieira, num pontapé livre frontal, onde a bola ainda ressalta num defensor alentejano, enganando o desamparado guardião do Elvas, que nada podia fazer, limitando-se a ver a bola entrar nas suas redes.




Era o 2-0 e quase a tranquilidade do Sintrense. E dizemos quase, porque aos 87 minutos, Toni Vidigal, aproveita muito bem um cruzamento ao segundo poste, reduzindo para 1-2, numa das raríssimas vezes que a bola entrou na àrea do Sintrense. Daí até ao final da partida, restava ao Sintrense gerir o tempo e o resultado para garantir os três pontos. E foi isso que a equipa fez. Era escusado sofrer nos momentos finais da partida, já que o Elvas ainda tentou o empate, mas esse resultado seria falso como Judas.




Pela partida que fez, pelas oportunidades criadas, e pelo futebol bem jogado que apresentou, o resultado é muito curto para o Sintrense. O 4-1, espelharia fielmente o que se passou em campo durante os noventa minutos.




Com esta vitória, o Sintrense sobe ao terceiro lugar da tabela classificativa, e vai fugindo aos oito últimos lugares, principal objectivo da equipa para esta primeira fase do campeonato, terminando assim o ano de 2007 em maré de vitórias.




Quanto à equipa do Elvas, pouco ou nada poderia fazer perante o Sintrense que lhe apareceu pela frente. Nas poucas vezes que se aventurou no ataque, marcou um golo, mas foi uma equipa completamente dominada pela equipa sintrense.




O àrbitro da partida, Dário Martins, de Setúbal, teve o seu grande erro na primeira parte, ao aceder à sinalética do seu fiscal de linha, anulando um golo limpo a Pedro Alves. Embora o erro não seja dele, o trabalho da equipa de arbitragem fica manchado por esse lance. Não fora isso...e Dário Martins tinha passado despercebido, fruto da excelente arbitragem que fez na restante partida
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://susintrenseaodia.blogspot.com
 
Sintrense 2 - 1 O Elvas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» 24.ª Exposição Canina Internacional de Elvas
» Aniversário Convivio do Grupo Motard os Correias
» Ja que se fala em pesca!!!
» Raya na Páscoa, (Solo Ride) (30MAR2013)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Forum 3ª Divisão Série E :: Outros :: Fichas de Jogo-
Ir para: